Azulão apresenta campanha Ela Fala! para Polícia Federal

por: Augusto Oliveira | 13 - Abr - 2021

foto: Augusto Oliveira/CSA

Nesta segunda-feira (12), o Presidente Rafael Tenório e o Gerente de Negócios do Azulão, Ricardo Lima, estiveram na Superintendência da Polícia Federal em Alagoas para consolidar a campanha "Ela Fala!". O intuito é facilitar a denúncia de casos de tráfico internacional de pessoas, principalmente mulheres. Agnaldo Mendonça, Superintendente da Polícia Federal em Alagoas, recebeu os dirigentes azulinos.

Segundo dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT), 2,4 milhões de cidadãos foram vítimas do tráfico internacional de pessoas. Dos números totais, cerca de 80% são mulheres. A fim de encurtar o caminho entre crime e denúncia e também vítimas e autoridades competentes, o objetivo principal é de facilitar o registro de ocorrências de tráfico internacional de mulheres, ampliar o espaço daqueles que são vítimas ou presenciam o tráfico de pessoas.

O presidente do Azulão comentou sobre o encontro. "Foi uma reunião bastante proveitosa. A campanha já havia sido apresentada, mas hoje nós consolidamos tudo. É um assunto de extrema importância e o CSA abre espaço para ajudar neste combate". Ricardo Lima falou da divulgação do projeto. "O tema é muito sério e merece todas as atenções necessárias. Pensamos em todos os detalhes para criar essa nova opção de denúncia. Uma honra fazer parte da campanha, mas ao mesmo tempo é com grande responsabilidade que encaramos isso."

"A Polícia Federal se sente orgulhosa de participar desse projeto de combate ao tráfico internacional de pessoas em parceria com o Centro Sportivo Alagoano", comentou  Agnaldo Mendonça, Superintendente da Polícia Federal em Alagoas.

“A campanha Ela Fala, lançada pelo marketing do CSA, com o apoio institucional da Polícia Federal, contra o tráfico internacional de pessoas, e, no particular, de mulheres, nos coloca em um patamar diferenciado, alertando para a necessidade de denunciar esse crime, que tanto devemos combater e reflete a preocupação do CSA com algo muito maior do que simplesmente angariar torcedores ou promover o seu nome, mas também o de ter uma posição voltada a preservação da vida e da cidadania", declarou Omar Coêlho, vice-presidente do CSA e ex-presidente da OAB/AL.

As denúncias podem ser feitas pelos números do Disque 100 e Ligue 180, ou ainda, o número (61) 99656-5008 do aplicativo WhatsApp, que são os canais de atendimento da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos. 30 de julho foi instituído pela Assembleia Geral da ONU como Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e como o Dia Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas pelo Art. 14 da Lei no 13.344/2016.

A campanha: Ela fala! pretende de forma bem simples e objetiva aumentar o número de denúncias para esse tipo de crime. Em estabelecimentos comerciais, bares, restaurantes, supermercados, farmácias da capital e do interior do estado serão adesivados com o cartaz da campanha, principalmente em banheiros femininos. No cartaz encontra-se um QR Code que já leva direto para o canal de atendimento da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos.

A campanha havia sido apresentada em 8 de março, no Dia Internacional da Mulher, e foi consolidada com a presença do presidente Rafael Tenório, que entregou camisas do Azulão.


publicidade

APRESENTAÇÃO DO PROJETO DE CONSTRUÇÃO DO COMPLEXO ESPORTIVO GUSTAVO PAIVA | CSA TV